“E Jesus disse-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que Moisés não te deu o pão do céu, mas meu Pai te deu o verdadeiro pão do céu. Porque o pão de Deus é aquele que desceu do céu e dá vida ao mundo.

Eles lhe disseram: Senhor, sempre nos dê este pão.

Jesus disse-lhes: Eu sou o pão da vida; quem vem a mim nunca terá fome; e quem crê em mim nunca terá sede.”

João 6: 32-35

Jesus disse que Ele é o pão da vida e, quando Jesus fez essa afirmação, estava pensando em várias coisas ao mesmo tempo muito fortes e com grande significado para os discípulos a quem ele estava se dirigindo.

O pão era um dos principais alimentos da dieta dos judeus. Pão, em vez de comida, era um modo de vida.

Pensar no pão era algo que abrangia muitas áreas da vida social. A fabricação do pão ocupava o tempo e o esforço de muitos judeus que se dedicavam precisamente a fazer pão diário para alimentar crianças, idosos, adultos, homens, mulheres, estrangeiros, judeus, romanos, gregos e a todos os que passavam pelas cidades de Israel na época de Jesus. 

Que lindo isso, não é? Jesus, o pão da vida, não seria propriedade privada de ninguém, sua comida servia ao mundo inteiro, sem limites de idade, sexo, nacionalidade.

Jesus sabia que depois de sua morte e depois de ressuscitado, Ele se tornaria para muitos não apenas seu Salvador, ou apenas o perdoador de seus pecados, mas também sua razão de viver, sua motivação, força eterna. Jesus sabia que ELE estaria tão enraizado nos corações de seus seguidores que a grande maioria passaria dia e noite trabalhando, criando, escrevendo, em poucas palavras, alimentando e alimentando outras pessoas com o pão celestial: Jesus Cristo.

A grande verdade é que precisamos entender que, conhecer Jesus, realmente nos levanta, reaviva e nos dá uma nova razão para viver. Não ter Jesus nos deixa vazios. Quando Jesus entra em nossa vida, ele nos enche, nos alimenta e esse alimento nos dá forças para continuar uma vida cheia de satisfação.

Sua palavra diz que Ele nos chama e que Ele nos escolheu primeiro. Se você está em Jesus, ou tem aquela vontade inexplicável de conhece-lo, é simplesmente porque Jesus escolheu você e está chamando você. Você está recebendo o privilégio de se alimentar com Ele. Se alimentar com Ele vai além de apenas um belo ritual.

Se você não do Pão da Vida, nada irá acalmar a sua inquietação!

 Se você sente fome por Ele, pode se aproximar agora e simplesmente fechar os olhos em adoração e dizer: “Jesus, meu pão da vida, me encha com a sua presença. Amém!”

Que você verdadeiramente possa comer do Pão da Vida todos os dias. Assim, você jamais, nunca mesmo, terá fome em sua alma. Deus abençoe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.