“Raça de víboras, como podem vocês, que são maus, dizer coisas boas? Pois a boca fala do que está cheio o coração.

O homem bom, do seu bom tesouro, tira coisas boas, e o homem mau, do seu mau tesouro, tira coisas más. ”

Mateus 12:34,35

Assim como as palavras não funcionam sem fé, a fé sem palavras também não funciona. Ambos são necessários para ativar a lei da fé.

Há muitos cristãos que ignoram esse princípio. Eles sempre falam palavras de dúvida e descrença. Então, um dia eles se levantam e declaram algumas palavras de fé, e esperam mover montanhas.

No entanto, para sua surpresa, as montanhas não se movem.

Por que elas não se mexem?

Porque Mateus 12: 34-35 diz que são essas palavras que vêm do coração que produzem resultados.

Isso significa que você não deve falar palavras de fé até ter certeza de que tem fé para apoiá-las?

Não! Falar palavras de fé é um bom exercício espiritual. Por exemplo: se você deseja receber cura, submeta sua mente e boca à Palavra de Deus em relação à saúde. Em vez de falar sobre como você se sente mal, repita o que Isaías 53:5 diz: “Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.”

Se você continuar meditando nessas palavras, ela começará a ficar cada vez mais profunda no seu coração. Elas criarão raízes no seu coração e começarão a crescer. Chegará um dia em que você estará falando sobre algo que está em abundância no seu coração.

E quando isso acontece, não importa as circunstâncias. Porque você saberá que receberá aquilo que você crê. Aí então você terá cruzado a linha da esperança para a linha da fé e verá as montanhas se moverem!

Ore:

Senhor, ajuda-me a mostrar a tu a palavra em abundância no meu coração, com palavras que tragam alívio e sabedoria para as pessoas ao meu redor. Que minhas palavras, em qualquer circunstância, sejam um exemplo de fé e confiança em Seu grande poder. Amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.